No final dos anos 1990, a Natura tomou a decisão de incorporar ingredientes da biodiversidade brasileira na fabricação de seus produtos. Tendo a Amazônia como coração desse projeto, a empresa foi pioneira ao desenvolver um modelo de negócio que busca a valorização da economia da floresta em pé a partir da união entre ciência, natureza e conhecimento tradicional, compondo assim um círculo virtuoso baseado na sociobiodiversidade que se tornou conhecido em todo país através da marca Ekos. Apesar desse histórico tão singular, faltava à Natura um documento de consulta para o público interno no qual fosse reunida toda a trajetória da sua atuação em sociobiodiversidade e que detalhasse as práticas na Amazônia junto às comunidades locais.

Para compor o case de sociobiodiversidade da Natura, entrevistamos colaboradores diretamente envolvidos com a área, mergulhamos em materiais internos e lemos reportagens e textos sobre o assunto. Assim, construímos um amplo panorama com 22 capítulos e quase 200 mil caracteres, que pode ser consultado pelos diversos departamentos da companhia para compor palestras, materiais institucionais e de divulgação ou simplesmente para que os funcionários conheçam a fundo o que Natura já fez para fomentar a economia da floresta em pé no Brasil.

 
Natura_3.jpg
Natura_1.jpg
Natura_2.jpeg